Muitas pessoas não sabem como organizar o orçamento familiar e com isso, acabam se perdendo nas contas e consequentemente, a cada mês se afunda mais em dívidas.

Por isso, é primordial que haja uma organização do orçamento familiar, para poder não só estar sempre em dia com as contas, como também poder fazer planos para o futuro, seja para comprar um carro, uma casa, fazer uma viagem e realizar dentre outros sonhos e planos.

Organizar o orçamento doméstico não é fácil, já que muitos hábitos deverão ser alterados e para isso, é preciso que toda a família esteja envolvida nisso, pois caso contrário, não conseguirá êxito na organização.

É preciso ainda que haja sacrifícios, foco e comprometimento, justamente para que se consiga realizar uma boa organização orçamentária familiar e, com isso, se consiga o resultado esperado.

O post de hoje vai ajudar você a organizar o seu orçamento familiar e, com isso, fazer com que você consiga fazer planos futuros com o que conseguiu poupar.

 

Você está passando por dificuldade financeira? Quer economizar? Baixe essa planilha de orçamento pessoal e se organize!

Dicas de Como Organizar o Orçamento Familiar

Antes de começar qualquer orçamento doméstico, o ideal é pegar toda a família e conversar sobre as necessidades mensais de cada um e expor que mudanças de gastos excessivos e desnecessários serão eliminados e que precisa da ajuda de todos. Pois de nada adiantará, fazer todo um planejamento do orçamento familiar, se não houver cortes de gastos e nem todos estarem apto a mudanças.

Separei algumas dicas essenciais para colocar em dias as contas, assim como também poder realizar os sonhos da família.

1. Registre todas as despesas da família

Para começar a organizar o orçamento familiar é preciso que durante o mês seja anotado, de forma minuciosa, todas as despesas feitas pelos integrantes da família. Todos os gastos realizados devem ser anotados, desde a compra de um móvel pra casa até aquela balinha de R$0,20 que você comprou na rua. Junte todas as notinhas e, caso alguma compra não tenha tido uma nota por algum motivo, anote em um papel ou um caderninho.

Eu costumo anotar todos os meus gastos no meu planner, na parte de controle financeiro e meu marido anota tudo em um grupo que criei só para isso no Whastapp, e tem funcionado para nós dois dessa forma. Esse é um hábito que deve ser inserido no dia a dia de todos os integrantes da família.

orçamento doméstico, planilha, controle de gastos, finanças pessoais, controle financeiro pessoal, planilha de gastos, planilha de gastos mensais, controle financeiro, tabela de gastos, planilha de gastos diarios, planilha de controle financeiro gratis, orçamento pessoal, planejamento financeiro, planilha de orçamento pessoal, planejamento financeiro pessoal, controle de despesas, controle de gastos pessoais, gastos mensais, controle de gastos mensais, como fazer um orçamento, planilha de orçamento domestico, planilha financeira, planilha controle financeiro, planilha de controle financeiro, orçamento familiar, planilha de controle de gastos, planilha de orçamento familiar, planilha de despesas, planilha de custos, planilha de gastos pessoais, planejamento financeiro familiar, planilha para controle de gastos, planilha financeira pessoal, planilha de controle de gastos, controle gastos, controle de finanças pessoais, controle gastos pessoais, controle despesas, planilha controle gastos, planilha de custos mensais, modelo de orçamento familiar

2. Esclareça todos os gastos familiar

É preciso ter informações corretas dos gastos mensais, não podendo faltar os menores valores gastos, como aquele R$1,00 gasto com um saquinho de balas. Todas estas notinhas e papéis com os gastos devem ser esclarecidos em uma planilha, papel ou um aplicativo.

Aqui no blog já disponibilizei uma planilha de controle de gastos que pode te auxiliar muito nesse momento. Para quem gosta do papel, a parte de controle financeiro do Planner 2018 também pode te ajudar. E também existem diversos aplicativos para celular para te ajudar na sua organização do orçamento familiar. Se você quiser dicas de alguns aplicativos, me diz aqui nos cometários que eu faço uma listinha com os que eu conheço e indico para você.

orçamento doméstico, planilha, controle de gastos, finanças pessoais, controle financeiro pessoal, planilha de gastos, planilha de gastos mensais, controle financeiro, tabela de gastos, planilha de gastos diarios, planilha de controle financeiro gratis, orçamento pessoal, planejamento financeiro, planilha de orçamento pessoal, planejamento financeiro pessoal, controle de despesas, controle de gastos pessoais, gastos mensais, controle de gastos mensais, como fazer um orçamento, planilha de orçamento domestico, planilha financeira, planilha controle financeiro, planilha de controle financeiro, orçamento familiar, planilha de controle de gastos, planilha de orçamento familiar, planilha de despesas, planilha de custos, planilha de gastos pessoais, planejamento financeiro familiar, planilha para controle de gastos, planilha financeira pessoal, planilha de controle de gastos, controle gastos, controle de finanças pessoais, controle gastos pessoais, controle despesas, planilha controle gastos, planilha de custos mensais, modelo de orçamento familiar

3. Estabeleça prioridades e reduza os gastos

Após realizar uma análise dos gastos familiar durante um mês, faça os cortes das despesas que são desnecessárias, reduza os valores gastos em coisas que não são importantes para sua família e analise quais são as prioridades.

Por exemplo, se a maior parte dos gastos é com alimentação fora de casa, estude a possibilidade de levar quentinhas para o trabalho, faculdade ou curso. Com isso, sua família estará fazendo uma economia e tendo uma alimentação mais saudável. Outro gasto que a família pode reduzir é com planos de telefone celular. Procure por aqueles que é possível falar entre os familiares de graça ou com um preço mais acessível. Há operadoras que beneficiam seus clientes oferecendo ligações gratuitas para outras pessoas que tenham planos na mesma operadora.
Também é possível economizar com as contas de luz, bastando, acender luzes quando extremamente necessário, não abrir inúmeras vezes a porta da geladeira em vão, desligar todos os aparelhos alimentados por energia, se não os tiver utilizando.
Portanto, há diversas formas de realizar redução de gastos. Analise as suas anotações feitas durante um mês, para poder constatar onde pode e deve ser feita a redução de gastos.

4. Estabeleça uma meta de gastos

Outra dica importante a ser seguida é estabelecer uma meta de gastos mensais e o quanto pretende guardar para planejamentos futuros.
Nesta meta de gastos, estarão todas as despesas fixas e as variáveis e a partir destas, terá a média das despesas mensais e saberá o quanto a mais terá de reserva para gastos imprevisíveis.
Você deve estar se perguntando o que são estas despesas? As despesas fixas são aquelas que têm um valor fixo mensal, como colégios, cursos, transporte, conta de luz, água, e tudo que você paga todo mês. Já as despesas variáveis são gastos com vestimentas, aquela pizza no fim de semana que não acontece sempre, aquele presentinho que você comprou no aniversário de uma amiga e aqueles gastos não esperados.
Estabeleça também um valor fixo para ser guardado para investir em algo que a família deseja e também guarde uma reserva para gastos imprevisíveis e de emergência.

5. Evite sair todos os finais de semana

Um dos grandes gastos familiares são os passeios em todos os finais de semana. Para que não tenham gastos excessivos no mês, evite sair toda semana. Você pode programar as saídas para somente alguns finais de semana e em outros faça pequenos eventos em casa. Por exemplo, convide alguns amigos para a sua casa e ao invés de comprar lanches, faça você mesma estes, como cachorro quentes, pizzas, hambúrgueres, entre outros.

É possível organizar o orçamento familiar, desde que todos estejam envolvidos em um só objetivo que é economizar e poder, futuramente, utilizar as economias em algo de interesse familiar. No início, poderá ter resistência de alguns membros da família. Porém, com o hábito da economia, a resistência passará e toda família verá o quanto foi bom realizar cortes de gastos desnecessários e não prioritários.

Me conta: Como está o orçamento familiar aí na sua casa?

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários em “Como Organizar o Orçamento Familiar

  1. Obrigadaaaaa!! Estava precisando de ajuda com minha familia, vou sentar todo na mesa e conversar, meu pais vão ter que me escutar!! HAHAH